Livre para Brincar

Mais que um simples passatempo, a brincadeira favorece o desenvolvimento físico, cognitivo e social das crianças. Nossa sociedade hoje impõe aos pais uma necessidade de cursos extracurriculares e tarde cheias de tarefas, mas o que nossas crianças precisam é de serem felizes… Tudo tem que ser sempre uma grande diversão: de imitar sons de bichos a cambalhotas o que vale é a criança se sentir livre para explorar todo o universo que a cerca, sem pressões ou cobranças!

Nossa escola além de possuir confortáveis instalações, tem como maior tesouro é o espaço físico externo. O lazer com parquinhos cheios de atrativos para as crianças é que favorece a construção do saber de forma lúdica e constante, já que faz parte do dia-a-dia das crianças a interação com esse meio externo. O velho e bom tanque de areia, trepa-trepa, escorregadores e balanços fazem a alegria da garotada.De contação de estórias debaixo da jaboticabeira a interagir com os animais da escola , o universo se torna agradável e simples, como deve ser para uma criança.” Brincar não pode ser visto como um passatempo para as crianças”. É por meio de brincadeiras e apostas significativas que o desenvolvimento infantil acontece; é uma forma de as crianças aprenderem regras de convívio, lidar com perdas e a fazer representações entre outras coisas. No faz de conta a criança consegue perceber entre realidade e fantasia, levando a representar papéis que gostaria de ser ou não ser! É ai que as habilidades das crianças se tornam mais complexas à medida que as brincadeiras estimulam a imaginação e a criatividade, porque a busca por estratégias e soluções para os desafios.

Assim , também dão oportunidade para explorar aspectos como cooperação,autocontrole e negociação. “ Uma criança que tem menos oportunidades para brincar se transforma em um adulto mais duro e sem repertório”. Neurologistas relatam que a capacidade de aprendizado se amplia porque o cérebro libera dopamina, o hormônio do prazer, e noradrenalina, que impacta nos aspectos como o humor, ansiedade e sono, favorecendo a atenção e a memória.Brincar é tão importante que está contemplado na Declaração Universal dos direitos da Criança,do Fundo das Nações Unidas para a Infância e do adolescente (ECA).Também está previsto na Base Nacional Comum Curricular da Educação infantil, em elaboração com o Ministério da Educação.